Pesquisar este blog

Follow by Email

Postagens populares

quarta-feira, 29 de abril de 2009

GRIPE SUINA

LEIA COM ATENÇÃO. MUITO IMPORTANTE.



Os alarmes já estão soando na imprensa sobre a gripe suína. Isso costuma apavorar muitas pessoas. Geralmente a mídia tende a fazer um novo vírus ou qualquer outro agente patogênico, muito pior do que é em realidade e este caso não é diferente. Muitos pronto-socorros nos EUA devem estar lotados, pois qualquer espirro pode levar à suspeita de gripe suína hoje em dia. E na esmagadora maioria das vezes que meu filho espirra ele não está doente.


Saiba de alguns detalhes sobre este nova variante do vírus da gripe e como prevenir o contágio.


1. O vírus da gripe
Há três tipos de vírus influenza, que são os causadores da gripe, tipos A, B e C. O A é o tipo mais variável e, por conseguinte, causa mais estragos. Ele tem 8 pedaços de RNA – e essas informações genéticas se recombinam, causando mutações que torna mais difícil o controle desses vírus.


2. Qual é o perigo de um vírus mutante?
Nosso sistema imunológico, quando há o menor sinal de algum vírus em nosso organismo, se prepara para combater essa invasão. O sistema, depois da primeira contaminação, reconhece o invasor e, ao menor sinal de que há uma nova presença do mesmo vírus no organismo, ele repete o mesmo processo. Esse é o sistema das vacinas, que injetam um vírus inativo ou atenuado em nosso organismo para que “adestrá-lo” a combater a doença. Mas quando um vírus consegue passar por mutações, nosso organismo tem mais dificuldade em arranjar um método para o combate à doença. E isso não só acontece em novas invasões – os vírus conseguem se modificar mesmo dentro do organismo das pessoas.


3. Como é o vírus suíno?
São várias linhagens de vírus, que circulam pela Europa, Ásia e nas Américas e o tipo mais comum, entre os porcos é o H1N1. O novo vírus contém elementos dos vírus das três regiões, além de um gene que o torna parecido com o influenza humano. Comparações do vírus da gripe suína com a gripe espanhola (que matou milhões de pessoas no passado) não têm sentido, as espécies são bem diferentes.


4. Por que a gripe suína é tão perigosa?
Primeiramente, ela é transmitida por aves e porcos. Como nosso sistema imunológico é bem diferente do sistema destes animais, nosso organismo não se encontra preparado para combater esse tipo de vírus. E, ao contrário da gripe aviária, é possível que a gripe suína seja transmitida de humanos para humanos. Na gripe aviária, não foi registrado um caso sequer de pessoas infectando pessoas (isso ocorria apenas pelo intermédio de aves) o vírus infecta melhor o sistema respiratório e digestivo das aves do que dos humanos. Mas o organismo suíno é mais similar com o nosso – então um vírus adaptado aos porcos poderia ser, teoricamente, transmitido de humanos para humanos.


5. Como está a situação atual?
Nos EUA foram confirmados 11 casos. Todos de gripe forte, mas nenhum foi fatal. No México, há três eventos separados. No Distrito Federal do México, na capital do país, foram 850 casos, com 59 mortes. Em São Luis Potosi, na região central, 24 casos com 3 mortes. E em Mexicali, próximo à fronteira com os EUA são 4 casos, sem mortes.


6. Qual é o risco de uma pandemia?
A OMS tem uma classificação de 1 a 6 para as situações que envolvam a saúde mundial. O número 1 representa uma situação tranqüila, enquanto o número 6 significaria um estado gravíssimo, a pandemia seria um fato confirmado e estaria infectando milhões. Atualmente estamos no estágio 3, ou seja, há uma doença preocupante mas, por enquanto, não existe contágio pessoa-pessoa. Ainda não há motivos para avançarmos ao nível 4, no qual a transmissão entre humanos é freqüente.

ATUALIZAÇÃO - O leitor Francisco acabou de nos avisar que a OMS acabou de aumentar para nível de alerta 4. Países pobres devem tomar ainda mais cuidados.


7. Quais defesas temos contra o vírus?
Há poucos remédios antivirais, já que o vírus muta e desenvolve defesas contra eles. Sabe-se que o vírus da gripe suína é resistente a Amantadina e Rimantadina, mas suscetível a Tamiflu e Oseltamivir. Outra solução seria a vacina, uma forma mais barata e rápida de se proteger da gripe. O problema é desenvolver uma vacina para o vírus certo e poder distribuí-la para a população em tempo hábil.


8. Como evitar o contágio?
Lave as mãos frequentemente e de forma meticulosa. É mais fácil contrair a gripe suína por um aperto de mão do que com um beijo no rosto – afinal colocamos nossas mãos em contato constante com nosso nariz, boca e olhos. Evite aglomerações e lugares fechados, principalmente com ar condicionado. O influenza dura mais tempo em clima seco e frio – e lugares fechados, no qual o ar é constantemente reciclado e refrigerado, são ambientes propícios ao vírus.





Acabei de retirar essas informações da net e repasso.

Saúde e beijos.







Eℓiѕangeℓa Cяuz Bento®♪♥

Meu Blog: http://eli-brazil.blogspot.com/

httph

"O inicio da sabedoria é a admissão da
própria ignorância. Todo o meu saber consiste
em saber, que nada sei"


13 8802 3375/91438757

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente! Ajude-me a ficar ainda melhor!