Pesquisar este blog

Follow by Email

Postagens populares

segunda-feira, 17 de maio de 2010

sexta-feira, 14 de maio de 2010

quinta-feira, 13 de maio de 2010

JANTAR COM UMA MULHER




JANTAR COM UMA MULHER

Quando um homem chama uma mulher para sair, não sabe o grau de estresse que isso desencadeia em nossas vidas. O que venho contar aqui hoje é mais dedicado aos homens do que às mulheres. Acho importante que eles saibam
O que se passa nos bastidores. Você, mulher, está flertando um Zé Ruela qualquer. Com sorte, ele acaba te chamando para sair. Vamos supor, um jantar.

Ele diz, como se fosse a coisa mais simples do mundo 'Vamos jantar amanhã?'.
Você sorri e responde, como se fosse a coisa mais simples do mundo: 'Claro, vamos sim'.
Começou o inferno na Terra. Foi dada a largada. Você começa a se reprogramar mentalmente e pensar em tudo que tem que fazer para estar apresentável até lá. Cancela todos os seus compromissos canceláveis e começa a odisséia.
Evidentemente, você também para de comer, afinal, quer estar em forma no dia do jantar e mulher sempre se acha gorda. Daqui pra frente, você começa a fazer a dieta do queijo: fica sem comer nada o dia inteiro e quando sente que vai desmaiar come uma fatia de queijo. Muito saudável.

Primeira coisa: fazer mãos e pés. Quem se importa se é inverno e você provavelmente vai usar uma bota de cano alto? Mãos e pés tem que estar feitos - e lá se vai uma hora do seu dia. Vocês (homens) devem estar se perguntando 'Mão tudo bem, mas porque pé, se ela vai de botas?' Lei de Murphy. Sempre dá merda.
Uma vez pensei assim e o infeliz me levou para um restaurante japonês daqueles em que tem que tirar o sapato para sentar naqueles tatames. Tomei no cu bonito! Tive que tirar o sapato com aquela sola do pé cracuda, esmalte semi-descascado e cutícula do tamanho de um champignon! Vai que ele te coloca em alguma outra situação impossível de prever que te obriga a tirar o sapato? Para nossa paz de espírito, melhor fazer mão é pé, até porque boa parte dessa raça tem uma tara bizarra por pé feminino. OBS: Isso me emputece. Passo horas na academia malhando minha bunda e o desgraçado vai reparar justamente onde? Na porra do pé! Isso é coisa de... Melhor mudar de assunto...

As mais caprichosas, além de fazer mão e pé, ainda fazem algum tratamento capilar no salão: hidratação, escova, corte, tintura, retoque de raiz, etc. Eu não faço, mas conheço quem faça.

Ah sim, já ia esquecendo. Tem a depilação. Essa os homens não podem nem contestar. Quem quer sair com uma mulher não depilada, mesmo que seja apenas para um inocente jantar? Lá vai você depilar perna, axila, virilha, sobrancelha etc, etc. Tem mulher que depila até o cu! Mulher sofre! E lá se vai mais uma hora do seu dia. E uma hora bem dolorida, diga-se de passagem.

Dia seguinte.
É hoje seu grande dia. Quando vou sair com alguém, faço questão da dar uma passada na academia no dia, para malhar desumanamente até quase cuspir o pulmão. Não, não é para emagrecer, é para deixar minha bunda e minhas pernas enormes e durinhas (elas ficam inchadas depois de malhar).

Geralmente, o Zé Ruela não comunica onde vai levar a gente. Surge aquele dilema da roupa. Com certeza você vai errar, resta escolher se quer errar para mais ou para menos. Se te serve de consolo, ele não vai perceber.

Alias, ele não vai perceber nada. Você pode aparecer de Armani ou enrolada em um saco de batatas, tanto faz. Eles não reparam em detalhe nenhum, mas sabem dizer quando estamos bonitas (só não sabem o porquê). Mas, é como dizia Angie Dickinson: 'Eu me visto para as mulheres e me dispo para os homens'. Não tem como, a gente se arruma, mesmo que eles não reparem.

Escolhida a roupa, com a resignação que você vai errar, para mais ou para menos, vem a etapa do banho. Depois do banho e do cabelo, vem a maquiagem. Nessa etapa eu perco muito tempo. Lá vai a babaca separar cílio por cílio com palito de dente depois de passar rímel.

Depois vem a hora de se vestir. Homens não entendem, mas tem dias que a gente acorda gorda. É sério, no dia anterior o corpo estava lindo e no dia seguinte... PORCA! Não sei o que é (provavelmente nossa imaginação), mas eu juro que acontece. Muitas vezes você compra uma roupa para um evento, na loja fica linda e na hora de sair fica uma merda. Se for um desses dias em que seu corpo está uma merda e o espelho está de sacanagem com a sua cara, é provável que você acabe com um pilha de roupas recusadas em cima da cama, chorando, com um armário cheio de roupa gritando 'EU NÃO TENHO ROOOOOUUUUUPAAAA'. O chato é ter que refazer a maquiagem. E quando você inventa de colocar aquela calça apertada e tem que deitar na cama e pedir para outro ser humano enfiar ela em você? Uma gracinha, já vai para o jantar lacrada a vácuo. Se espirrar a calça perfura o pâncreas.

Ok, você achou uma roupa que ficou boa. Vem o dilema da lingerie. Salvo raras exceções, roupa feminina (incluindo lingerie) ou é bonita, ou é confortável.

Você olha para aquela sua calcinha de algodão do tamanho de uma lona de circo. Ela é confortável. E cor de pele. Praticamente um método anticoncepcional. Você pensa 'Eu não vou dar para ele hoje mesmo, que se foooda'. Você veste a calcinha. Aí bate a culpa. Eu sinto culpa se ando com roupa confortável, meu inconsciente já associou estar bem vestida a sofrimento. Aí você começa a pensar 'E se mesmo sem dar para ele, ele pode acabar vendo a minha calcinha... Vai que no restaurante tem uma escada e eu tenho que subir na frente dele... se ele olhar para essa calcinha, broxará para todo o sempre comigo...'. Muito puta da vida, você tira a sua calcinha amiga e coloca uma daquelas porras mínimas e rendadas, que com certeza vão ficar entrando na sua bunda a noite toda. Melhor prevenir.

Os sapatos. Vale o mesmo que eu disse sobre roupas: ou é bonito, ou é confortável. Geralmente, quando tenho um encontro importante, opto por UMA PEÇA de roupa bem bonita e desconfortável, e o resto menos bonito mas confortável. FATO: Lei de Murphy impera. Com certeza me vai ser exigido esforço da parte comprometida pelo desconforto. Exemplo: Vou com roupa confortável e sapato assassino. Certeza que no meio da noite o animal vai soltar um 'Sei que você adora dançar, vamos sair para dançar! Eu tento fazer parecer que as lágrimas são de emoção. Uma vez, um sapato me machucou tanto, mas tanto, que fiz um bilhete para mim mesma e colei no sapato, para lembrar de nunca mais usar!. Porque eu não dei o sapato? Porra... me custou muito caro. Posso não usá-lo, mas quero tê-lo. Eu sei, eu sei, materialista do caralho. Vou voltar como besouro de esterco na próxima encarnação e comer muito coco para ver se evoluo espiritualmente! Mas por hora, o sapato fica.

Depois que você está toda montadinha, lutando mentalmente com seus dilemas do tipo 'será que dou para ele? É o terceiro encontro, talvez eu deva dar...' Começa a bater a ansiedade. Cada uma lida de um jeito.

Tenho um faniquito e começo a dizer que não quero ir. Não para ele, ligo para a infeliz da minha melhor amiga e digo que não quero mais ir, que sair para conhecer pessoas é muito estressante, que se um dia eu tiver um AVC é culpa dessa tensão toda que eu passei na vida toda em todos os primeiros encontros e que quero voltar tartaruga na próxima encarnação. Ela, coitada, escuta pacientemente e tenta me acalmar.

Agora imaginem vocês, se depois de tudo isso, o filho da puta liga e cancela o encontro? 'Surgiu um imprevisto, podemos deixar para semana que vem?'.

Gente, não é má vontade ou intransigência, mas eu acho inadmissível uma coisa dessas, a menos que seja algo muito grave! Eu fico puta, puta, PUTA da vida!
Claro, na cabecinha deles não custa nada mesmo, eles acham que é simples, que a gente levantou da cama e foi direto pro carro deles. Se eles soubessem o trabalho que dá, o estresse, o tempo perdido... nunca ousariam remarcar nada.
Se fode aí! Vem me buscar de maca e no soro, mas não desmarque comigo! Até porque, a essas alturas, a dieta radical do queijo está quase te fazendo desmaiar de fome, é questão de vida ou morte a porra do jantar! NÃO CANCELEM ENCONTROS A MENOS QUE TENHA ACONTECIDO ALGO MUITO, MUITO, GRAVE! DO TIPO...MORRER A MÃE OU O PAI TER UM AVC NO TRÂNSITO.

Supondo que ele venha. Ele liga e diz que está chegando. Você passa perfume, escova os dentes e vai. Quando entra no carro já toma um eufemismo na lata 'HUMMM... tá cheirosa!' (tecla sap: 'Passou muito perfume, porra'). Ele nem sequer olha para a sua roupa. Ele não repara em nada, ele acha que você é assim ao natural. Eu não ligo, porque acho que homem que repara muito é meio viado, mas isso frustra algumas mulheres. E se ele for tirar a sua roupa, grandes chances dele tirar a calça junto com a calcinha e nem ver. Pois é, Minha Amiga, você passou a noite toda com a rendinha atochada no rego (que por sinal custou muito caro) para nada. Homens, vocês sabiam que uma boa calcinha, de marca, pode custar o mesmo que um MP4? Favor tirar sem rasgar.

Quando é comigo, passo tanto estresse que chego no jantar com um pouco de raiva do cidadão. No meio da noite, já não sinto mais meus dedos dos pés, devido ao princípio de gangrena em função do sapato de bico fino. Quando ele conta piadas e ri eu penso 'É, eu também estaria de bom humor, contando piada, se não fosse essa calcinha intra-uterina raspando no colo do meu útero'. A culpa não é deles, é minha, por ser surtada com a estética. Sinto o estômago fagocitando meu fígado, mas apenas belisco a comida de leve. Fico constrangida de mostrar toda a minha potência estomacal assim, de primeira.

Para finalizar, quero ressaltar que eu falei aqui do desgaste emocional e da disponibilidade de tempo que um encontro nos provoca. Nem sequer entrei no mérito do DINHEIRO. Pois é, tudo isso custa caro. Vou fazer uma estimativa POR BAIXO, muito por baixo, porque geralmente pagamos bem mais do que isso e fazemos mais tratamentos estéticos:
Roupa.. R$ 200,00
Lingerie.R$ 80,00
Maquiagem.R$ 50,00
Sapato.R$ 150,00
Depilação.R$ 50,00
Mão e pé..R$ 15,00
Perfume...R$ 80,00
Pílula anticoncepcional..R$ 20,00

Ou seja, JOGANDO O VALOR BEM PARA BAIXO, gastamos, no barato, R$ 500,00 para sair com um Zé Ruela. Entendem porque eu bato o pé e digo que homem TEM QUE PAGAR O MOTEL? A gente gasta muito mais para sair com eles do que ele com a gente!


Por isto amigos, valorizem seu próximo encontro e aprendam um pouco mais, sobre este ser fantástico, chamado mulher.
Homens...
Os homens bons são feios.
Os homens bonitos não são bons.
Os homens bonitos e bons são gays.
Os homens bonitos, bons e heterossexuais estão casados.
Os homens que não são bonitos, mas são bons, não têm dinheiro.
Os homens que não são bonitos, mas que são bons e com dinheiro, pensam que só
estamos atrás de seu dinheiro.
Os homens bonitos, que não são bons e são heterossexuais, não acham que somos suficientemente bonitas.
Os homens que nos acham bonitas, que são heterossexuais, bons e têm dinheiro, são covardes.
Os homens que são bonitos, bons, têm dinheiro e graças a Deus são heterossexuais, são tímidos e NUNCA DÃO O PRIMEIROPASSO!

Os homens que nunca dão o primeiro passo, automaticamente perdem o interesse em nós quando tomamos a iniciativa.
AGORA... QUEM NESSE MUNDO ENTENDE OS HOMENS?

MORAL DA HISTÓRIA:
Homens são como um bom vinho. Todos começam como uvas, e é dever da mulher pisa-los e mantê-los no escuro até que amadureçam e se tornem uma boa companhia
pro jantar.

'Mulheres existem para serem amadas, não para serem
entendidas.'
(Vinicius de Moraes)

quarta-feira, 12 de maio de 2010

OBJETIVO DA CRIAÇÃO


OS TRÊS PEDIDOS DA MULHERADA:

UM GRUPO DE MULHERES SE REÚNE NO CÉU E PEDE A SÃO PEDRO...

- Primeiro, queremos menstruar a cada seis meses em vez de todo mês.
São Pedro anota o primeiro pedido.

- Segundo, nós queremos ficar grávidas só pôr 3 meses porque 9 meses é muita coisa!
São Pedro anota o segundo pedido e fala:

- E qual é o terceiro?
- Queremos que o pénis do homem seja mais bonito, porque é horrível!!!
São Pedro anota tudo e fala para se reunirem em 1 mês para lhes dar as
respostas de Deus.

Um mês depois voltam a se reunir.

São Pedro começa o discurso:
-O pedido nº 1 foi aceito parcialmente, vocês vão menstruar a cada 4 meses, porque o pedido de seis meses é muito longo e isso, alteraria o objetivo da Criação.

-O pedido nº 2 foi aceito parcialmente. A gravidez será de 6 meses porque 3 meses é muito pouco. Isso alteraria o obectivo da Criação...

- Já o 3º pedido foi negado totalmente por Deus...

As mulheres começaram a berrar e reclamar:
-Por quê, senhor?!



São Pedro responde:
-Porque se feio, peludo e desajeitado vocês chupam, lambem, beijam, alisam, sentam e pulam em cima feito umas loucas, se fosse bonito vocês iriam comer e isso, definitivamente, alteraria o objetivo da Criação...

DO FLERTE AO CASAMENTO


DO FLERTE AO CASAMENTO
Luis Fernando Veríssimo

FLERTE
É quando ela é toda sorrisos e, você, cheio de nove-horas e gentilezas.

Ficam naquela conversa mole por mais de 10 minutos, riem de qualquer bobagem que um fala pro outro. E, quando ela anda, você crava os olhos naquele belo traseiro, imaginando coisas...

Isto é um flerte. Este é um estágio do relacionamento, que só tem vantagens.
Você a chama para sair, a noite toda é só de risadas e bons momentos.
Mas, depois do primeiro amasso, isso já vira um...

CASO
Esta é outra etapa gostosa.
Começa a rolar um sexozinho, mas nada muito adiantado, porque, afinal, ela não é qualquer uma.
Daí, já pinta aquele negócio de ligar um pro outro a cada 15 minutos, só pra dizer que está com saudades.
Começam a sair mais constantemente e rola aquele papo de "Temos um relacionamento".
Mas se esse relacionamento durar mais de 1 mês, pronto, aí já é um...

NAMORO
Isto significa que você não pode mais comer ninguém, além dela.
Nem mesmo dar uns beijinhos ou olhar pra traseira de outra.
Tem que ligar todo dia, mesmo se não estiver com saudades, senão...
Sair sábado com os amigos? Esqueça!
Rever as amigas? Pior ainda!
Nesta fase, você ainda está apaixonado e aceita tudo que ela faz, pede e fala.
Tudo gira em torno dela: horários, passeios, amigos, turmas...
E quando menos espera, aquela deusa maravilhosa, a mulher da sua vida, a mais perfeita descrição de um ser humano, te põe um cabresto, coloca as esporas e monta em você.
Isto vai te deixar mal, desanimado, triste... Mas, como você gosta dela, aceita tudo.
Até a idéia de comprar as alianças. É quando você acaba, quase sem perceber, num...

NOIVADO
Pois é... Agora você já se comprometeu com Deus e o mundo.
Se não casar, fica com fama de hipócrita, sem-vergonha, mau caráter, aquele que só queria se aproveitar da coitadinha....
E pra não passar por isso, acaba aceitando o...

CASAMENTO
Fudeu. Agora, não tem mais tempo pra nada, a não ser trabalhar pra ganhar dinheiro e dar uma vida confortável pra ela, que vai gastar tudo no seu cartão de crédito.
Pior que isso, só se tiver filhos. Aí, vai ter que trabalhar dobrado, ou triplicado, quadriplicado, dependendo do tamanho da prole.
Quanto ao sexo, pesquisas demonstram que:
Anos de Casamento / N° de relações Mensais (em média)
1 ano = 27 relações
2 anos = 23 relações
3 anos = 18 relações
4 anos = 12 relações
5 anos = 8 relações
6 anos = 5 relações
7 anos = 3 relações
8 anos = 2 relações
9 anos = 1 relação

Com a recomendação do ministro da saúde, que está indicando fazer sexo 5 vezes por semana para se manter saudável, ficamos com várias dessas dúvidas... rs



- Os Planos de Saúde irão cobrir esse tipo de tratamento?

- Posso abater gastos com motel, bordel e sex shop do meu imposto de renda?

- Posso justificar faltas no trabalho com recibo de motel alegando que estava
me tratando?

- Será preciso receita médica para comprar filme pornô?

- Monogamia não coloca a saúde em risco?

- Masturbação é automedicação?

- Suruba é saúde coletiva?

- Swing não é mudança de tratamento?

- Voyeurismo não é tratamento assistido?

- Travesti é medicamento genérico?

- Obsessão sexual não é hipocondria?

- Posso considerar poligamia como um tipo de tratamento médico?

- Doença venérea é um tipo de efeito colateral?

- Fazer uma "DP" ou "ménage à trois" significa superdosagem?

- Boneca inflável é placebo?

- Vibrador elétrico é um equipamento usado para tratamento de choque?

- Posso ser processado por prática ilegal da medicina se eu convidar
uma mulher para um "programinha"?

- Stripers podem ser consideradas profissionais da saúde?

- SUS significa Saúde Urge Sexo?

- A expressão "Gozar de boa saúde" significa isso que estou pensando?

- Bordéis precisam ter um médico de plantão?

- O que meu dentista quis dizer quando recomendou manter em dia
minha saúde oral?

- Políticos não deveriam ter saúde de ferro por viverem fu... o povo?

mulheres malvadas

Em época de Dia das Mães, o que não falta são mensagens e manifestações de carinho entre as pessoas. Mas algumas mulheres de família ficaram notórias por atos que pouco ou nada lembram esse espírito fraterno. Este é um conteúdo que pode chocar e embrulhar, portanto, é recomendável não ler logo após uma refeição. Você vai conhecer dez das mulheres mais perversas de que já se ouviu falar.

Atenção: Algumas descrições de atos violentos que seguem podem ser fortes demais para pessoas sensíveis.

1. Katherine Knight


Essa Australiana de 46 anos ficou notória por um crime cometido em 2001, mas antes já havia dado sinais de violência. Ela tentou estrangular seu primeiro marido na noite de núpcias e chegou a colocar a primeira filha do casal sobre os trilhos do trem quando ele a deixou (a criança foi salva). No segundo casamento, cortou a garganta do cachorrinho de seu marido, na frente dele. Depois de mais um casamento mal sucedido, conheceu John Price. Ali, Knight cometeu o crime que a levaria a ser a primeira mulher australiana condenada à prisão perpétua. Esfaqueou o marido 37 vezes enquanto dormia e pendurou pedaços de sua pele pela sala de estar. Cortou sua cabeça fora e a assou no forno. Decorou o “prato” com vegetais e molho, e ia servi-lo aos filhos de John (de outro casamento dele) se a polícia não chegasse ao local antes.

2. Stacey Castor


Seu segundo casamento acabou quando o marido morreu por ingerir Etilenoglicol (um anticongelante para motor de carros) por quatro dias, de um modo que parecia suicídio. Desconfiando da esposa, a policia examinou o corpo do primeiro marido dela, que havia morrido cinco anos antes. Qual não foi a surpresa dos médicos quando acharam a mesma substância, o Etilenoglicol! Encurralada, Castor armou um plano de defesa para acusar sua própria filha, Ashley! Apesar de a menina ter apenas 11 anos em 2000, quando aconteceu o primeiro assassinato, a mãe sustentou a acusação.Em 2007, Ashley foi hospitalizada após ser encontrada inconsciente, com overdose de vodka e remédios. Ao seu lado, havia uma carta de suicídio. Mas Ashley sobreviveu à overdose, e testemunhou contra a mãe no ano passado. Castor agora enfrenta uma sentença de 25 anos de prisão.

3.Valeria Messalina


Com um temperamento menos violento, ela ficou famosa por “apunhalar” seu marido centenas de vezes, traindo-o com outros homens. Ela foi a terceira esposa do imperador Cláudio, em 38 D.C. O casamento durou dez anos, período em que ela se fez passar por prostituta numerosas vezes e chegou a fazer uma competição com uma delas, para ver quem fazia sexo com mais homens em 24 horas. Messalina venceu, com 25 parceiros. Em 48 D.C, armou um complô com um de seus amantes para matar Cláudio. O plano, no entanto, foi descoberto antes de ser posto em prática, e ela foi executada.

4. Charris Bowers


Certa noite, essa mulher e seu marido voltaram de um bar, e ele insistindo para possuí-la. A dama recusou, mas Delou Bowers não quis desistir tão facilmente. Enfim, quando ele recebia sexo oral dela, satisfeito, teve a surpresa desagradável de sentir uma mordida. Louco de dor, ele tentou se livrar, mas ela sustentou a mordida por dez segundos, e só largou quando Delou deu-lhe um soco na cabeça. Uma das versões do fato diz que ela estava no sofá quando ele tentou forçar o pênis na sua boca. A outra diz que ele apenas estava andando pela casa com as partes à mostra, e ela “tomou a iniciativa”. Delou afirmou que a esposa não queria nada com ele a um mês, daí a insistência.

5. Dawnell Batista


Depois de dois transplantes mal sucedidos, essa mulher teve a vida salva por seu marido, Richard, que lhe doou um rim. A esposa, assim, sobreviveu, mas o casamento não. Quatro anos depois da operação, Dawnell “retribui” a cortesia do rim doado dormindo com o seu terapeuta, e depois impedindo que Richard pudesse ver os três filhos do casal. Ele agora pede uma indenização de 1,5 milhões de dólares na justiça, pelo rim que ofereceu à amada.

6. Crystal Border


Esse é talvez o assassinato acidental mais bizarro já registrado. Crystal Border e seu marido Tony, 15 anos mais velho, já tinham experiência em brincadeiras macabras na vida íntima, usando sufocamentos e afogamentos durante o ato. Mas uma das suas fantasias acabou mal. Eles costumavam fazer “enforcamentos” em um celeiro abandonado, perto da casa onde moravam. Primeiro, ela foi para a forca e desceu, sem nada de anormal. Depois, ele passou a corda em volta do pescoço e ela o tirou do chão. Ele pediu para descer e de repente ficou inconsciente. Durante os 40 minutos seguintes, Crystal ficou medindo as pulsações do marido, até que foi obrigada a concluir que estava morto. E o que é mais bizarro: Tony já havia passado oito anos preso quando essa mesma brincadeirinha teve um fim trágico para a sua mulher de 19 anos, à época.

7. Betty Neumar


Aos 76 anos, essa americana está presa, acusada de contratar um homem para matar o quarto de seus cinco maridos, Harold Gentry. Esse foi o primeiro ato de qual Betty foi acusada, mas levou a uma investigação que apontou indícios de um ninho de malfeitos no passado. Aparentemente, os parentes dela morreram, ao longo dos anos, de forma que ela sempre lucrava milhares de dólares com isso. Ela ganhou 20.000 dólares quando Harold morreu, e já tinha lucrado 10.000 um ano antes, quando seu filho morreu. Publicamente, Betty era uma senhora comum, que ia à igreja e levantava fundos para caridade, mas não param de chover suspeitas contra ela.

8. Vicki Lowing


Quando uma pessoa anônima deixou um crocodilo na porta da casa dessa senhora, talvez não soubesse que causaria um divórcio. Vicky adotou o réptil de um metro e meio, e viveu com ele e a família na mesma casa durante nove anos. Até que seu marido Johnie pediu para ela livrar-se do crocodilo. Diante do impasse, Vicky preferiu ficar com o crocodilo e livrar-se do marido, e os dois se separaram.

9. A misteriosa saudita


Uma mulher da Arábia Saudita seguiu à risca a tradição de seu vilarejo, de jamais mostrar seu rosto ao marido. Por 30 anos, o casal esteve unido, e o marido sempre segurou a vontade de ver finalmente o rosto dela. Até que, em uma noite, a curiosidade explodiu: enquanto ela dormia, ele tirou o véu da esposa e finalmente satisfez seu desejo. Mas a dama não gostou, acordou e pediu o divórcio imediatamente. Surpreso, o homem prometeu que não tornaria a olhar, se ela voltasse ao casamento. Aparentemente, ele gostou do que viu. Mas não adiantou, ela não o perdoou.

10. Amanda Trott


Esse prêmio vai para os métodos mais esquisitos de praticar violência. Durante uma briga de casal, Amanda atacou o marido com uma caixa de lasanha congelada. Depois de golpes numerosos e barulhentos, que feriram o homem na cabeça, os vizinhos chamaram a polícia, preocupados com a segurança das crianças do casal. Ela agora é acusada de agressão doméstica.

--

terça-feira, 4 de maio de 2010

se beber, não chute a garrafa...

COLHEITA FELIZ

CONTRATEI ESSE PESSOAL PARA TOMAR CONTA DA MNIHA COLHEITA... VAI ENCARAR??

MULHER FINA, COMUM, VULGAR E DEPRAVADA, COMO ELAS SE COMPORTAM:



MULHER FINA, COMUM, VULGAR E DEPRAVADA, COMO ELAS SE COMPORTAM:

NO TOILETTE
MULHER FINA: (nada diz)
MULHER COMUM: Essa calcinha me incomoda.
MULHER VULGAR: Eu odeio calcinha enfiada no rego.
MULHER DEPRAVADA: Eu tenho ódio de calcinha enfiada no cú.


APÓS UM JANTAR
MULHER FINA: O jantar estava divino, parabéns.
MULHER COMUM: Estou satisfeita.
MULHER VULGAR: Tô cheia.
MULHER DEPRAVADA: Comi até o cu fazer bico.


NO CHURRASCO
MULHER FINA: Está ótima essa lingüiça.
MULHER COMUM: Muito boa essa lingüiça.
MULHER VULGAR: Noooosa que lingüiça grande!...
MULHER DEPRAVADA: Tô comendo a lingüiça do churrasqueiro (gargalhada).


VENDO UM AMIGO CHUPANDO UM SORVETE
MULHER FINA: Posso experimentar!?
MULHER COMUM: Me dá um pedaço!?
MULHER VULGAR: Posso dar uma chupada?
MULHER DEPRAVADA: Deixa eu chupar? Não vou morder, garanto. (gargalhada)


COMO SE VESTEM
MULHER FINA: de acordo com o evento.
MULHER COMUM: sempre da mesma forma, jeans, camisete e tênis em todos os eventos.
MULHER VULGAR: micro saia, bermuda agarrada, em todos os eventos.
MULHER DEPRAVADA: frente única no churrasco, micro saia mostrando a calcinha à noite.


BEBIDAS
MULHER FINA: champanhe, uísque e vinho, dependendo da ocasião.
MULHER COMUM: batida.
MULHER VULGAR: cerveja.
MULHER DEPRAVADA: cachaça, conhaque, cerveja, vodca, licor, água de bateria, etc


PROCURANDO UM AMIGO QUE SE CHAMA PEDRO NUMA FESTA
MULHER FINA: Você viu o Pedro?
MULHER COMUM: Cadê o Pedro?
MULHER VULGAR: Pedroooooooooooo!!!
MULHER DEPRAVADA: Caralho, onde o viado do Pedro se meteu, cacete!


SAINDO DA MESA PARA IR AO BANHEIRO
MULHER FINA: Com licença, vou retocar a maquiagem.
MULHER COMUM: Vou a toilette.
MULHER VULGAR: Vou tirar água do joelho. (risos)
MULHER DEPRAVADA: Vou fazer um download, soltar um barro, matricular o Pelé na natação (gargalhada)


VENDO UM HOMEM INTERESSANTE
MULHER FINA: Muito simpático!
MULHER COMUM: Que homem liiiindo!
MULHER VULGAR: Dessa fruta eu chupava até o caroço!
MULHER DEPRAVADA: Eu deixava ele fazer barba, cabelo e bigode.


O QUE DIZEM QUANTO UM INDESEJÁVEL LHE FALA ALGUMA GRACINHA
MULHER FINA: (ignora)
MULHER COMUM: Tem gente que não tem noção.
MULHER VULGAR: Vai te catar o meu! Não se enxerga não!?
MULHER DEPRAVADA: Vai tomar no cú, viado, corno...


O QUE ROLA NO PRIMEIRO ENCONTRO
MULHER FINA: só um beijo de despedida.
MULHER COMUM: muitos beijos.
MULHER VULGAR: beijos e carícias (AMASSO)
MULHER DEPRAVADA: trepa e dá a bunda dizendo que era virgem atrás.


OUVINDO JAZZ
MULHER FINA: Liiindo!
MULHER COMUM: Adoro qualquer tipo de música!
MULHER VULGAR: Que porra de música é essa?
MULHER DEPRAVADA: Tira essa merda aí, coloca um pagode, cacete!





ASSISTINDO UM BALLET
MULHER FINA: Bravo!!!
MULHER COMUM: Lindo!!!
MULHER VULGAR: Perdi meu tempo, deixei de ver as videocassetadas.
MULHER DEPRAVADA: Que porra é essa? Ridículo, isso é coisa de viado!


PRIMEIRO CONTATO NO MSN
MULHER FINA: Boa Noite!
MULHER COMUM: Oiiiiiiiiiiiiiiiii
MULHER VULGAR: Falae gato.
MULHER DEPRAVADA: Peraê, vou ligar a webcam.


REFERINDO AO ORGÃO GENITAL DO PARCEIRO
MULHER FINA: Pênis
MULHER COMUM: Pinto
MULHER VULGAR: Pau
MULHER DEPRAVADA: Caralho


DECLARAÇÃO DE AMOR
MULHER FINA: Eu te amo!
MULHER COMUM: Você é o homem da minha vida!
MULHER VULGAR:.Você é a tampa da minha panela!
MULHER DEPRAVADA: Só consigo gozar no seu pau!